Cinco problemas de comportamento mais comuns em gatos

O seu gato sofre com algum desses problemas de comportamento?  Fique tranquilo, os cinco problemas de comportamento mais comuns em gatos normalmente podem ser resolvidos rapidamente com algumas alterações no comportamento de seus dono. Veja os problemas mais comuns e as suas possíveis causas e soluções.

1. Gatos que não usam a caixa sanitária

Poucas coisas são tão ruins quanto acordar de manhã e descobrir que o seu gato fez as necessidades no seu banheiro, sala, no tapete ou máquina de lavar. Esse problema está entre os mais comuns por ser o que mais afeta e irrita os donos de gatos. Porém, várias vezes, esse problema é mais a nossa culpa do que a culpa dos nossos gatos: ele pode estar relacionado à falta de limpeza diária da caixa sanitária ou a alguma alteração na rotina diária da casa.

Mudar a caixa sanitária de lugar, mudar os seus horários de chegar ou sair de casa, ou até mudar o detergente que você usa para limpar a caixa são todos motivos para fazer o seu gato desistir de usá-la. Por isso, seja sensível às mudanças que você fizer em casa e fique atento para ver como elas estão afetando o seu felino favorito.

Além disso, vale dizer que entre os motivos que podem fazer com os gatos parem de usar a caixa de areia estão as doenças que afetam o trato urinário felino. Então se o seu gato parou de usar a caixa abruptamente, faça uma visita ao veterinário.

Alguns gatos não gostam de usar caixas fechadas e vários donos odeiam limpar a caixa.  Uma caixa aberta como essa, que também tem uma peneira embutida pode ser uma boa opção para o seu gato e para você (dado que você não terá mais que usar a pá para limpar a caixa).

2. Gatos que arranham tudo que veem pela frente

Gatos arranham, inclusive, para marcar território, gastar energia e lixar as suas unhas.  Esse comportamento, embora natural aos felinos, não precisa ocorrer nas suas cortinas e sofás.  Para resolver esse problema, redirecione esse comportamento natural de lugares onde ele não pode arranhar para os lugares onde você quer que ele faça esse tipo de comportamento.

Colocar um arranhador perto dos seus móveis pode incentivar o seu gato ao arranhar o brinquedo ao invés do sofá.  Se o seu gato gosta de esconderijos e caixas de papelão, esse arranhador pode ser interessante.

3. Gatos que são agressivos com seus donos ou outros animais

Às vezes, até o gato mais carinhoso se torna agressivo com os seus donos.  Isso pode ocorrer quando o gato não está socializado, quando alguma situação no dia-a-dia do gato mudou, por conta de problemas de saúde ou até por conta de variações hormonais. Quando esse comportamento é ignorado, ele pode aumentar.  Nesses casos, o gato se torna um perigo para os outros moradores da casa.

O floral de ambiente AGRESSIVIDADE é indicado para pets que são agressivos com seus donos ou outras pessoas. Ele estimula a capacidade de integração e autocontrole, conferindo sensaçõe de paz e leveza interior.

4. Gato fica acordado durante à noite

O problema de ficar acordado a noite pode até ser uma demonstração de amor entre gato e dono.  Às vezes, os gatos conservam suas energias durante o dia para poderem brincar com os donos à noite.  Outros gatos não têm estímulos mentais suficiente para gastar a sua energia durante o dia e, portanto, passam várias horas da noite acordado tentando chamar a atenção do seu dono.

Brinquedos como esses e uma cama elevada na janela podem ajudar o seu gato a se distrair durante o dia, assim gastando mais energia ao longo do dia e tendo menos energia para gastar durante a noite.

5. Gatos que brincam mordendo e arranhando

Quando filhotes, uma mordidinha na mão ou uma arranhadinha no braço não dói muito.  Mas depois que os gatos crescem e viram adultos, essas mesmas brincadeiras machucam, irritam e, às vezes, acabam se tornando atos de agressividade.

Agressividade em filhotes de gatos.  Esse artigo ensina donos a estabelecer limites nas brincadeiras enquanto os seus gatos ainda são filhotes, de forma eliminar esses problemas no futuro.  Ao lidar com uma mordidinha inocente da maneira correta quando o gato é filhote, o dono evita que esse comportamento se torna em mordidas doloridas quando o gato cresce.

Como gatos demonstram amor pelo dono.  Embora as suas expressões faciais não mudem, gatos alteram o seu comportamento quando estão perto do dono.  Mordidinhas leves e carinhosas as vezes é uma maneira do gato mostrar carinho para o dono.  Porém essas mordidas não são fortes nem dolorosas ao dono.

Fonte: Link Animal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s