Morreu Nutmeg, o gato mais velho do mundo

Nutmeg, considerado o gato mais velho do mundo, morreu no início de setembro, aos 32 anos de idade. O animal, que praticou o ditado que “os gatos têm sete vidas”, morreu com dificuldades respiratórias e insuficiência cardíaca provocadas pela idade avançada.

Os donos, Liz e Ian Finlay, garantem que a morte do animal deixou um grande vazio nas suas vidas. O casal adotou o felino em 1990, quando o encontraram no jardim de Tyneside, no Reino Unido. Naquela época, o casal levou o animal ao veterinário, para lhe tratar de um abcesso no pescoço. O médico confirmou, através da análise à sua dentição, que o gato já tinha pelo menos cinco anos de idade.

“Ele era o nosso gato e nós éramos os humanos dele. Ele nunca nos deixou esquecer isso. Acho que esse foi o segredo para a vida longa que teve. Todo o carinho que lhe demos”, disse Liz ao The Mirror. Até à sua morte, Nutmeg foi considerado o gato mais velho do mundo e chegou a vencer um recorde mundial do Guiness. O felino viveu 32 anos sem grandes sobressaltos de saúde, à exceção de um acidente vascular cerebral que sofreu em 2015.

A Belinha – Gateiras do Brasil, apoia diversas protetoras independentes pelo País, e busca ajudar e informar todas as GATEIRAS DO BRASIL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s